Home / Aconselhamento Filosófico / O Homem e a Filosofia em Sêneca.

O Homem e a Filosofia em Sêneca.

senecaApós as pesquisas e estudos realizados sobre a Filosofia de Sêneca, percebi a sua preocupação em colocar o homem num lugar especial da sua filosofia. Uma vez que a dor é inevitável, ele coloca o homem como capaz de lutar contra a dor e o sofrimento presente na natureza e comum a todos.

Sêneca destaca a dor como ponto central e um mal universal que estará sempre presente, dentro de cada contexto vivenciado pelo homem, pois ele sempre a vivencia de maneira diferente. Dentro do Prática Filosófica, extraímos da filosofia de Sêneca, o pensamento sobre os infortúnios do homem, pois, estes, apesar de serem individuais, durante o processo de entendimento, devemos nos esforçar para demonstrar nosso lado bom e que toda mudança promove novidades que compõem o dinamismo de ser Homem.

Para Sêneca o homem possui a razão como forma de valorizar sua própria dor, entender o que está ocorrendo e vencê-la: “Vence com a razão os defeitos das coisas corpóreas“. Entende-se por corpóreo todas as questões materiais que não proporcionam o crescimento da alma.

Na pratica filosófica podemos utilizar a pratica da auto-observação e autorreflexão de Sêneca na busca de si mesmo e na orientação a quem está buscando se auto transcender, objetivando tanto se auto analisar e se auto aplicar as correções sobre determinadas ações julgadas más.

Partindo desse pensamento de Sêneca, a opinião dos outros pouco importa, pois tudo gira em função da consciência individual. Outra questão que me chamou a atenção foi o papel do praticante filosófico, pois esse não pode tecer julgamentos, admitindo que todos sempre temos nossa parcela de responsabilidade e, portanto, ninguém é isento dela para poder julgar o outro.

Outro ponto destacado em Sêneca é o caráter de igualdade, sendo uma lição para que exercerá o papel de praticante filosófico, pois segundo Sêneca na carta 44:

“Se algo de bom há na filosofia é o fato de não olhar para os estratos sociais: todos os homens, se se reportam à primeira origem, descendem dos Deuses. És cavaleiro romano, e a tal Ordem elevou-te a tua solerte atividade: mas vê que as catorze cadeiras não são acessíveis a muitos, e vê que o Senado não aceita a todos, e mesmo o exército acolhe com certa relutância até mesmo aos que depois manda ao encontro de fadigas e perigos, enquanto a virtude é possível a todos, e todos somos nobres para ela. A filosofia não recusa a ninguém e não faz escolhas especiais: brilha para todos.”

Resumindo: Somos todos iguais, essa é a mensagem que Sêneca nos passa para exercício do papel de aconselhador, “A natureza nos fez irmãos gerando-nos dos mesmos elementos e destinados aos mesmos fins“.

A mensagem principal de Sêneca dentro do processo da Prática Filosófica é colaborar com o processo de ajuda para suportar as dores existências, do corpo e da mente, aprendendo a lidar com os sofrimentos, pois são comuns a todos e fazem parte do dinamismo que é o homem.

Por Renato Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *