Home / Aconselhamento Filosófico / O Aconselhamento Filosófico para o ensino da ética nas escolas.

O Aconselhamento Filosófico para o ensino da ética nas escolas.

Há um tempo atrás, escrevi um artigo sobre O Aconselhamento Filosófico para o ensino da ética nas escolas, onde analiso a possibilidade da utilização da prática filosófica na educação, através do Aconselhamento Filosófico. No ultimo dia 30/12 o artigo foi publicado na revista Filosofia Capital.

Apesar de ter sido escrito antes da proposta de reforma do Ensino Médio, o artigo continua atual, uma vez que a reforma prevê a extinção da Filosofia como disciplina obrigatória no Ensino Médio, mas, independente da reforma, o assunto continua pertinente para entender a importância da Filosofia no âmbito escolar.

O objetivo do trabalho é mostrar a contradição existente na pratica escolar e no disposto na LBD (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) e no PNE (Plano Nacional de Educação). Ambas diretrizes citadas enfatizam que a Educação deve preparar o educando para o exercício da cidadania e a sua qualificação para o trabalho, com ênfase nos valores morais e éticos.

Entendo que valores morais e éticos são disciplinas estudadas pela Filosofia, assim como, a epistemologia, a lógica e a dialética, por isso, a Filosofia é a disciplina que possui os conhecimentos necessários para dar sustentação as diretrizes estabelecidas e não pode ser excluída por uma reforma ditada por medida provisória.

Neste caso, a necessidade de uma ampla discussão com a sociedade, docentes e órgãos do governo, independente isso, a escola pode e deve servir a sociedade para promover o exercício dialógico. Minha proposta nesse trabalho é propor a utilização do Aconselhamento Filosófico, como ferramenta didática para discussão de valores com os alunos, permitindo ao professor de Filosofia exercer seu papel de “Facilitador” e ao aluno sentir a liberdade de poder se expressar sem medo de ser julgado.

Agradeço aos editores da Revista Filosofia Capital pela credibilidade e publicação do artigo. Você pode acessa-lo no site da Revista Filosofia Capital – ISSN 1982 6613 – Vol. 11 (2016) – Edição Especial: As multilinguagens da filosofia e suas interveniências com o ensino no Brasil.

Satisfeito com a publicação, convido-os a lerem e deixarem sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *